Caos no Transporte Público

Tenho ouvido, principalmente nesse período, muitas reclamações quanto ao transporte público feito em nosso município, tanto da linha Capão do Leão, quanto a do Jardim América.
Infelizmente, todos as reclamações são justas. Estamos vivendo um caos no transporte público. E isso é geral.
São clamores de tudo quanto é coisa, mas principalmente, contra a suporlotação dos ônibus e falta de disponibilidade de horários.
Para se ter uma ideia, um ônibus normal tem capacidade de cerca de 44 pessoas sentadas e 20 em pé. Mas se pegar algum ônibus depois das 18:00 h, de Pelotas para o Capão do Leão, pode ter a absoluta certeza que haverá muito mais que isso.
Quanto aos horários, as reclamações são muitas principalmente por pouca disponibilidade durante à noite e nenhum horário depois da meia-noite.
Repito, todas as reclamações são justíssimas e verdadeiras. Porém solução imediata para isso não existe. Para talvez amenizar o problema, as empresas ao invés de colocar ônibus comuns, colocassem, pelo menos nos horários de pico, ônibus maiores, como os sanfonados.

Culpados: é difícil achar culpados para o caos que vive o transporte público. Culpar só as empresas Santa Silvana e Bosembecker, soaria até injusto, porque isso depende de um conjunto de ações. Sendo assim, há muitos culpados.
Acredito o que mais falta é vontade política para de repente fazer uma nova licitação e negociar com a METROPLAN, que é o órgão responsável pelo transporte metropolitano.
Solução: a solução para isso parece bem simples: licitação. Para isso deve-se montar uma comissão entre políticos, empresários e comunidade, para analisar as necessidades. Porém, é bom esclarecer aqui que sem nova licitação a situação atual nunca irá mudar. As empresas não podem criar novas linhas por vontade própria. Sendo assim, acho que a briga da comunidade deve ser direcionada para pressionar nossos políticos a exigirem nova licitação para transporte público. Quem faz a licitação é a METROPLAN, não o município do Capão do Leão, isso deve ficar muito claro.
Termos da licitação: nessa licitação deve haver abertura de mais horários para a linha Capão do Leão/Pelotas. A  quantidade de horários é a mesma há muitos anos. O Capão do Leão cresceu muito. Assim como a demanda por transporte.
Deve ser colocado também ônibus na madrugada, mesmo que seja uma vez a cada hora. Outra solução seria a colocação de micro-ônibus, como meio de transporte seletivo e mais rápido.
Ainda deveria ser criada uma linha até o Parque Fragata, nos mesmos moldes que já existe no Jardim América. Isso se dá porque aquela comunidade é sem dúvida a área que mais cresce no município. Sendo assim, a população local quando pega o ônibus, nunca consegue um lugar, indo sempre em pé. Por isso penso que deveria ser criada uma linha específica, que adentrasse no bairro, para que não precissassem deslocar-se até a faixa.

Redes Sociais: tem se notado muito nas redes sociais, principalmete  no Facebook, um movimento pró transporte público, exigindo solução. Acredito que o movimento é salutar e justo; no entanto, há algumas coisas que devem ser esclarecidas:
Existe um movimento muito forte para a criação do passe livre, ou dia sem pagar passagens, como em dia de campanhas de vacinação, eleições, aniversário do município, entre outros. Acho a ideia louvavel e bem interesssante, porém há um detalhe esquecido por quem divulga esse movimento: a nossa linha de ôbibus não é concedida pela prefeitura. Não há no Capão do Leão um Sistema de Transporte Coletivo, como há em Pelotas, por exemplo. As nossas linhas de ônibus são licitadas, cedidas e administradas pela METROPLAN, que é um órgão estadual.
Portanto, só uma lei estadual poderia instituir isso, não uma lei municipal. Caso fosse criada uma lei municipal tratando desse tema, seria um caso claro de inconstitucionalidade. A competência dos nossos nobres edis é tratar de assuntos locais, dentro dos limites de seu município. Portanto, esse assunto foge a competência legislativa de nosso município.

Conclusão: para concluir, quero apenas dizer que concordo com esse movimento que busca solução imediata para o caos que vive o sistema de transporte público. Repito, a solução não é tão simples, mas é viável.
Quanto ao passe livre, acredito que temos que lutar é por um transporte de qualidade. Eu não quero andar de graça, quero uma coisa em que possa sair de casa e ter a certeza que eu vou chegar no horário programado ao local desejado, quero ir bem acomodado, sentado; quero poder pegar um ônibus duas horas da manhã. Por isso, guardemos nossas forças para exigir qualidade no transporte público!!

Comentários