Estatísticas

Com a  aproximação do período eleitoral, com já praticamente todos os candidatos para prefeito definidos, é fácil ouvir e ler por aí coisas do tipo "o prefeito X levantou o Capão do Leão", "o fulano fez mais que todos" e assim por diante.
No entanto, se formos analisar a realidade dos fatos vemos que as coisas não são bem assim. Sem querer desmerecer ninguém, porque se acredita que todos deram sua contribuição, o desenvolvimento e a análise de uma administração deve ser feita em cima de números. São os números que mostram a real situação da cidade.
E é justamente nas estatísticas onde o Capão do Leão está pior. E nada aqui é inventado; é só ir lá no saite do IBGE que vão ter uma noção dos dados calaminosos do nosso município.
Em todos os meios de comunicação foram divulgados esses números. Inclusive aqui.
E aí as pessoas vão nas redes sociais defender e dizer que está tudo bem. Tudo bem o "escambau". Como explicar, por exemplo, que somos o quinto pior município no quesito saúde, do Rio Grande do Sul? Ainda, como explicar que o maior volume de evasão escolar no ensino médio, no universo de 496 municípios do Estado, ser aqui? Ou como explicar que, em gestão fiscal, o município tenha ficado atrás de 419 municípios? Será que todos esses municípios são melhores que o nosso? É o que se espera que a administração responda.
Outro dia, esse Blog divulgou dados do IBGE que surpreendeu muita gente. 
Capão do Leão, tinha, por exemplo, 4,8% de calçada (passeio) e nenhuma rampa para cadeirante. Mas se analisarmos a questão em si, vemos que não é tão surpreendente. Se nem Gabinete do Prefeito tinha calçada ou acesso para deficiente, como a Prefeitura vai cobrar dos munícipes? Se diz não tinha, porque fizeram uma calçada na frente do Gabinete, com acesso e tudo. Mas teve que haver todo esse alvoroço para o prefeito se desse conta e mandasse fazer; senão estava em chão batido até hoje.
Gabinete, com passeio e rampa de acesso concluídos
E isso sem contar os outros prédios públicos que não possuem passeio ou rampa de acesso de deficiente. Aí não tem como o poder público cobrar do cidadão comum, se ele mesmo não cumpre a lei.
Outros dados ainda preocupam: 12% de rua calçada, 68% de esgoto a céu aberto.
São números que colocam o Capão do Leão, estatisticamente, entre os piores da Zona Sul do Estado. Alguma coisa está muito errada. E contra números, não há como bater, apenas explicar e tentar se justificar. E olha que nem isso se tem feito.
E muita gente diz que o fulano levantou Capão do Leão. E muitos dizem que a atual administração foi péssima, mas se vier o fulano a coisa anda. Será que as pessoas que não conseguem assimilar que é o mesmo governo? Que a equipe é a mesma? Ou quem não se lembra que na eleição passada o fulano colocava o braço no atual prefeito e dizia para a população: "esse é o meu candidato, votando nele, vocês votam em mim"? Ou quem não sabe que o prédio  onde hoje funciona o almoxarifado pertence ao ex-prefeito e é alugado para a Prefeitura por mais de R$ 2.000,00 (dois mil reais) por mês, num caso claro de beneficiamento próprio com dinheiro público? As pessoas não assimilam isso? Não se sabe!!
As pessoas têm o direito de votar e eleger quem quiserem. Porém, dizer que o fulano levantou Capão do Leão ou foi o melhor prefeito da história soa até gozação. Podem até votar porque gostam dele, mas os números estão aí para mostrar que o nunicípio não anda bem.  E alguma coisa deve ser feita para não piorar. A população deve pensar nisso.

Comentários