Schmitt teve candidatura indeferida pela Justiça

A Excelentíssma Juiza da 164ª Zona Eleitoral do Rio Grande do Sul divulgou na data de ontem a sentença que indefere o pedido de candidatura de Vilmar Motta Schmitt.
A Juiza julgou com base na legislação eleitoral, principalmente a Lei Complementar 135/2010, a Lei da Ficha Limpa.
Schmitt possuia algumas irregularidades do tempo em foi um dos administradores da Pedreira Municipal.
Agora resta ao ex-prefeito recorrer ao TRE e tentar reverter essa situação; o que não será tarefa fácil. Caso não consiga reverter, poderá haver uma reviravolta no cenário político local. Postulantes ao cargo não faltam.

Opinião do blogueiro: Não sei porque, mas estou ares de que já sabia. Tempos atrás escrevi neste blog sobre a aprovação das contas do ex-prefeito pela Câmara de Vereadores e fui enfático ao dizer que aquele fato por si só não livrava Schmitt de ser enquadrado como ficha suja. E enfatizei isso justamente em virtude do caso EMPEM.
Quanto ao substituto de Schmitt, numa eventual derrota em Porto Alegre, qualquer que seja, não terá a força política do ex-prefeito. Nesse caso, o caminho estará mais fácil para quem quer chegar à Prefeitura.

Schimitt, irregularidades na EMPEM, candidatura indeferida


Comentários