TRE mantém decisão e Schmitt continua impedido de concorrer

Saiu a pouco a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), negando provimento ao recurso interposto por Vilmar Motta Schmitt, onde este tentava reverter uma sentença de indeferimento de candidatura.
Com essa decisão, Schmitt continua inelegível.
Schmitt continua inelegível

TSE: corre boatos na cidade que ainda não é dessa vez que o candidato da Coligação PDT/PSDB vai desistir. Fontes ligadas a ele teriam dito que o mesmo vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília.
Com todo o respeito que merece o candidato e sua equipe, acredito que aqui seja o fim da linha. Não há argumento plausível que possa levar o caso até as Cortes Superiores. Foram quatro derrotas. Duas decisões e dois pareceres ministeriais contrários. Dificilmente uma decisão em Brasília seria diferente disso.
Acredito que para evitar qualquer prejuízo a Coligação, Schmitt deveria apear em seu cavalo e escolher um substituto.
Digo prejuízo porque numa eventual derrota do Schmitt em Brasília, combinada com uma possível vitória nas urnas, levaria o segundo colocado a assumir o cargo. Como a derrota no TSE, levando em conta as decisões anteriores, é quase certa, talvez não queiram correr tamanho risco.

Comentários

  1. Boa noite! Realmente a LEI DA FICHA LIMPA confirma que a "lei humana" é variável e progressiva. Uma sociedade depravada certamente precisa de leis severas. Infelizmente, essas leis mais se destinam a punir o mal depois de feito, do que a lhe secar a fonte. Só a educação poderá reformar os homens,que,então,não precisarão mais de leis tão rigorosas.

    ResponderExcluir

Postar um comentário