Violência contra crianças e adolescentes pauta encontros

Definir, programar e fomentar ações focadas no combate à violência sexual contra crianças e adolescentes. Esse tem sido o foco dos encontros promovidos pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social(CREAS) de Capão do Leão, que juntamente com outros órgãos da administração municipal, sociedade civil organizada, Brigada Militar e segmentos diversos, estão discutindo os detalhes para desenvolvimento de atividades visando a data 18 de maio, “Dia Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes”. Em princípio, além do trabalho constante e permanente, voltado à proteção a crianças e adolescentes, principalmente, em situação de vulnerabilidade, as autoridades pretendem realizar eventos no município a fim de chamar a atenção e conscientizar a população para se engajar à luta no combate à violência sexual contra crianças e adolescentes. Entendem, as pessoas envolvidas na promoção das ações, que é extremamente necessário o envolvimento de todos, comunidade e órgãos públicos, para que se consiga atingir objetivos satisfatórios no sentido de se criar e manter uma “infância e adolescência protegidas”. Dentre as atividades que os leonenese pretendem desenvolver, constam visitas às escolas, distribuição de material informativo sobre o tema, além de eventos públicos com o intuito de chamar a atenção das pessoas para que se sintam responsáveis pelo problema e ajudem a combatê-lo. 

DATA – 18 de maio foi escolhida como data de combate à violência sexual contra crianças e adolescentes porque foi nesse dia, em 1973, em Vitória, no Espírito Santo, que ocorreu um crime que chocou o País, quando uma menina de apenas oito anos foi drogada, estuprada, morta e carbonizada por jovens de classe média alta daquela cidade. Apesar de sua brutalidade, esse crime ficou impune.

Comentários