Capão do Leão cai no IDH e é só 20º da Região

Foi publicado, na segunda-feira, pela Nações Unidas o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). O Atlas do desenvolvimento apresenta o progresso das cidades brasileiras a partir de três dimensões básicas: renda, educação e saúde.
E para o município do Capão do Leão as notícias não são nada agradáveis: O município é só o vigésimo colocado na Zona Sul do Estado, num universo de 22 municípios.
Capão do Leão ficou com um índice geral de 0.637, considerado médio. Abaixo de Capão do Leão apenas Turuçu e Dom Feliciano.
A pior média do município foi no quesito educação: 0.48; renda: 0.662 e foi muito bem em longevidade: 0.814. 
Em comparação da média nacional, o município está na 3.357ª posição, muito distante da melhor colocada, São Caetano do Sul.

Veja o gráfico:
Capão do Leão amarga a 20ª posição na ZS do Estado
Gráfico: Reportchê

Entenda como funciona o IDH
O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) divulga todos os anos o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A elaboração do IDH tem como objetivo oferecer um contraponto a outro indicador, o Produto Interno Bruto (PIB), e parte do pressuposto que para dimensionar o avanço não se deve considerar apenas a dimensão econômica, mas também outras características sociais, culturais e políticas que influenciam a qualidade da vida humana.
No IDH estão equacionados três sub-índices direcionados às análises educacionais, renda e de longevidade de uma população. O resultado das análises educacionais é medida por uma combinação da taxa de alfabetização de adultos e a taxa combinada nos três níveis de ensino (fundamental, médio e superior). Já o resultado do sub-índice renda é medido pelo poder de compra da população, baseado pelo PIB per capita ajustado ao custo de vida local para torna-lo comparável entre países e regiões, através da metodologia conhecida como paridade do poder de compra (PPC). E por último, o sub-índice longevidade tenta refletir as contribuições da saúde da população medida pela esperança de vida ao nascer.
A metodologia de cálculo do IDH envolve a transformação destas três dimensões em índices de longevidade, educação e renda, que variam entre 0 (pior) e 1 (melhor), e a combinação destes índices em um indicador síntese. Quanto mais próximo de 1 o valor deste indicador, maior será o nível de desenvolvimento humano do país ou região.

...................................................................................................................................................................
Não deixe de votar na nossa enquete ao lado. Avalie a administração municipal e a câmara de vereadores. Dê o seu voto. É secreto! Faltam poucas horas.

Comentários