UFPel e Metroplan avançam nos debates sobre o passe livre

A UFPel e a Metroplan estão avançando nos debates sobre o passe livre para estudantes na linha para o campus Capão do Leão e ao mesmo tempo buscando a qualificação dos serviços prestados. Reunião entre a Administração Superior da Universidade e a Superintendência da Metroplan, realizada na tarde desta quarta-feira (24), na Reitoria, determinou que as duas instituições desenvolverão trabalho conjunto que abrangerá temas como a adoção do passe livre, tarifa, fiscalização, superlotação, pavimentação da estrada e transporte hidroviário, entre outros.
Foto: divulgação
“Nosso objetivo é atender a expectativa
de um grande contingente de estudantes”, disse o reitor da UFPel, Mauro Del Pino, durante o encontro, que reuniu dirigentes e técnicos da Universidade e da Metroplan. Para o diretor-superintendente da Metroplan, Oscar Escher, os critérios hoje adotados pela UFPel para conceder seus benefícios poderão ser usados como referência para o Governo do Estado, quando da implantação do passe livre. O projeto está em estudos na Assembleia Legislativa e não há uma previsão de quando será votado.
UFPel e Metroplan assinarão um protocolo de intenções, visando a instalação de grupos de estudo específicos para cada tema alvo do interesse da comunidade, como a implantação do passe livre, que ainda depende de como será formatada a lei estadual, e assuntos relativos à qualificação do transporte coletivo para o campus Capão do Leão, como a superlotação, estado da estrada que leva ao campus, preço da passagem, horários de saída da cidade e do campus e os trajetos dos ônibus. O protocolo deverá ser assinado em seguida e nova reunião deve ocorrer em até 15 dias.
Enquanto isso, a Universidade, através da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis, fornecerá informações sobre os critérios de concessão dos benefícios na UFPel, a fim de alimentar os debates que serão desenvolvidos.
Denúncias sobre problemas na linha para o Capão do Leão podem ser feitas, para a Metroplan, pelo 08005104774, incluindo o excesso de velocidade por parte dos ônibus. Ao ligar, o denunciante deve informar o número do carro ou placa e o horário em que ocorreu o problema.
Além do reitor, participaram no encontro, pela UFPel, os pró-reitores de Planejamento e Desenvolvimento, Luiz Osório Rocha dos Santos, de Administração, Antônio Carlos Cleff, e de Assuntos Estudantis, Rosane Brandão, e o chefe do Núcleo de Transporte, Jeremias Lerm. Pela Metroplan estavam presentes, além do diretor superintendente, o assessor da Superintendência, Fabrício Oliveira, o chefe da Fiscalização, Johnny Vila, o coordenador de Hidrovias, Paulo Osório, o coordenador da Regional Sul, Marcelo Schames, o técnico Hélio Scheinert Filho e o fiscal local Jair Silva.

Fonte: UFPel

Não deixe de votar na nossa enquete ao lado. Avalie a administração municipal e a câmara de vereadores. Dê o seu voto. É secreto!

Comentários