Câmara faz homenagem à COSULATI hoje

A passagem dos 40 anos da Cooperativa Sul-Rio Grandense de Laticínios, a COSULATI, ocorrida no mês de setembro, é motivo de homenagem que se realizará, hoje, na Câmara de Vereadores de Capão do Leão. O evento começa a partir das 18 horas.
A homenagem é uma proposição dos vereadores Emerson Brito e Chiquinho Silveira.

História
Em 21 de setembro de 1973, em assembléia extraordinária, os associados da então COOLAPEL - Cooperativa Regional de Laticínios Pelotense Ltda e da COLACT - Cooperativa Regional de Laticínios da Região Sudoeste do RS, decidiram unir forças e juntar as duas cooperativas. Surgia então, a Cooperativa Sul-Rio Grandanse de Laticínios.
Ao longo dos anos a Cooperativa só tem expandido: desde que foi instalada a segunda fábrica de leite em pó do Brasil – a primeira do Estado – em 1957, passando pela compra da Fábrica de Queijos de Morro Redondo, 1975, passando pelo abatedouro de frangos, UHT, até a nova unidade de secagem de leite em pó em 2008, com capacidade de secagem de um milhão de litros de leite por dia.
Os associados da Cooperativa estão localizados em 38 municípios e são hoje, cerca de 3000 associados produzindo. Desses, a maioria ainda são produtores que trabalham com agricultura familiar. Muitos são de assentados, de programas de reforma agrária do Governo Federal. 
E por seus investimentos em agricultura familiar, a COSULATI foi a primeira cooperativa gaúcha a receber o Selo da Agricultura Familiar (SIPAF), instituído pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário. O Selo funciona como um certificado. Garante que pelo menos 51% da principal matéria-prima têm origem na Agricultura Familiar. Isso prova o empenho dessa Cooperativa junto aos pequenos produtores na sua constante busca por promover um meio rural mais justo através de uma produção sustentável.
Além desse selo a COSULATI recebe todos os anos o Certificado de Responsabilidade Social concedido pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul. Esse prêmio busca incentivar nas organizações gaúchas projetos para a promoção do bem estar da sociedade e para a preservação do meio ambiente, e agir como mecanismo de reconhecimento aos esforços conjuntos na busca por uma coletividade melhor.
Afora isso, essa Cooperativa é responsável direta e indiretamente pela criação de cerca de 20 mil empregos na região. São 38 municípios atendidos, mais de 3000 associados, cerca de 700 funcionários

Comentários