Secretaria Estadual da Saúde recomenda cuidados com o forte calor

A Secretaria Estadual da Saúde (SES/RS) faz algumas recomendações à população quanto ao forte calor registrado no Estado nos últimos dias. São cuidados simples que as pessoas devem observar para evitar problemas de saúde. De acordo com a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, Marilina Bercini, com as altas temperaturas é muito importante manter o corpo fresco e hidratado.
Para isso, ela indica o uso de roupas leves (evitar tecidos sintéticos), beber líquidos regularmente, limitando o consumo de bebidas alcoólicas, bem como o excesso de café e açúcar. Além disso, as refeições devem ser mais leves e consumidas com mais frequência. 
Abaixo, as principais orientações para enfrentar a onda de calor que atinge o RS.

Em casa
Mantenha a casa tão fria quanto possível, com as janelas fechadas durante o período mais quente do dia, evitando a entrada de luz solar. Se a temperatura externa permitir, utilize o período da noite e primeiras horas da manhã para ventilar todos ambientes.
Procurar manter a temperatura interna abaixo de 32ºC durante o dia e 24ºC durante a noite, especialmente para idosos.
Reduza ao máximo o uso de equipamentos que geram calor, desde lâmpadas incandescentes até fogão.
Pendure toalhas molhadas nos ambientes com ar condicionado.
Ventiladores: não devem ser direcionados diretamente para o corpo. É recomendável observar uma distância para evitar o excesso de desidratação.

Afaste-se do calor
Evite estar ao ar livre nos períodos mais quentes do dia.
Evite atividade física intensa, ou procure concentrá-la fora dos períodos mais quentes do dia.
Procure manter-se na sombra.
Não deixe crianças e animais no carro em estacionamentos.

Ajude os outros
Verifique no seu meio quem passa muito tempo sozinho em casa. Os grupos de pessoas vulneráveis podem necessitar de assistência nestes períodos.
Se alguém que você conhece está em risco, ajude-a com orientação e apoio. Pessoas doentes ou idosas morando sozinhas devem ser visitadas diariamente.
Se uma pessoa toma medicação, pergunte ao médico como isso pode influenciar o equilíbrio térmico e o balanço hídrico.

Se você ou alguém sentir-se mal
Procure ajuda se você se sentir tonto, fraco, ansioso ou tem sede intensa e dor de cabeça; vá para um lugar agradável e logo que possível  meça a temperatura do corpo.
Beba água ou suco natural para reidratar.
Repouse imediatamente em lugar fresco se você tiver espasmos musculares dolorosos (particularmente em pernas, braços ou abdômen, em muitos casos após exercícios praticados durante o tempo muito quente) e use soluções de reidratação oral (bebida) contendo eletrólitos. É necessária atenção médica se as cólicas durarem mais de uma hora.
Consulte um médico se sentir sintomas incomuns ou persistentes.
Se a pessoa que você estiver ajudando apresentar pele seca quente e delírio, convulsões e/ou inconsciência, chame um médico/ambulância imediatamente. Enquanto espera por ajuda, mover a pessoa para um local fresco, colocando-a na posição horizontal. É recomendável elevar as pernas e quadris, remover a roupa e iniciar resfriamento externo, por exemplo, colocando bolsas de gelo no pescoço, axilas e virilha, ventilar continuamente e pulverizar a pele com água entre 25ºC a 30ºC. Medir a temperatura do corpo. Não dar ácido acetilsalicílico ou paracetamol.

Fonte: Secretaria Estadual da Saúde

Comentários