Processo contra ex-prefeitos

Devido aos pedidos que este editor tem recebido da comunidade leonense, divulgarei o número do processo que trata da Ação Civil Pública, movida pelo MP contra os ex-prefeitos, Vilmar Schmitt e João Quevedo, além do atual prefeito, candidato a vice em 2008, Cláudio Vitória.
O processo tramita sem segredo de justiça, por isso seu acesso é livre, podendo ser analisado por qualquer advogado. 
A ação está tramitando na 1ª Vara Cível da Comarca de Pelotas e está identificado pelo número 022/110.0016849-0.
Na decisão o juiz Marcelo Cabral condenou os citados acima por ato de improbidade administrativa, a devolverem aos cofres públicos R$ 44.621,20, devidamente corrigidos, a suspensão dos direitos políticos por seis anos e a proibição de contratação com o poder público, pelo prazo de cinco anos.

Schmitt ainda não está inelegível
Muito alvoroço causou na cidade essa decisão da justiça, principalmente em relação ao ex-prefeito Vilmar Schmitt. Isso porque ele é pré-candidato a prefeito em 2016 e entra como favorito a vencer as eleições, independente em que partido for se filiar.
Por isso, a oposição (leia-se PT e PTB) está alvoroçada, porque sem Schmitt no caminho, seria só uma questão de tempo para o PT assumir o Paço Municipal.
No entanto, muita calma nessa hora. Da decisão proferida em primeiro grau cabe recurso para o Tribunal de Justiça do Estado. E Schmitt só ficará inelegível se o TJ confirmar essa decisão, o que pode nem ocorrer antes das eleições de 2016.  

Comentários