Servidores seguem mobilizados

Em assembleia realizada na manhã dessa quinta, os servidores públicos municipais rejeitaram a proposta feita pelo Executivo municipal. A categoria mantém o pedido de 8,42% e R$ 70,00 de aumento no vale-refeição.
O Executivo representado pelo vice-prefeito, Edson Ramalho, alegou que não possui condições financeiras de dar mais do que 7,88%, sendo 6% agora e 1,88% em outubro, além de R$ 50,00 no vale refeição.
Dessa forma, os servidores decidiram que manterão o indicativo de paralisação até obter uma resposta do chefe do Executivo, prefeito Cláudio Vitória. Assim decidiram que irão paralisar de novo na próxima quinta-feira, 07 de maio, todo o dia. Na parte da manhã farão um ato na Prefeitura, onde farão pressão para cima do prefeito. À tarde, ficarão em ato na Praça João Gomes, onde conversarão com comunidade e logo se dirigirão à Câmara de Vereadores.

Comentários