PIB recua e País entra em recessão, demonstram dados do IBGE

O Produto Interno Bruto (PIB) apresentou queda (-1,9%) na comparação do segundo trimestre de 2015 contra o primeiro trimestre do ano, levando-se em consideração a série com ajuste sazonal. Na comparação com igual período de 2014, a variação do PIB também foi negativa (-2,6%). No acumulado dos quatro trimestres terminados no segundo trimestre de 2015, o PIB registrou decréscimo (-1,2%) em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores, verificado também no resultado acumulado do ano até o mês de junho (-2,1%), em relação a igual período de 2014. Em valores correntes, o PIB no segundo trimestre de 2015 alcançou R$ 1,43 trilhão.
Em comparação com o primeiro trimestre, os principais indicadores tiveram retração: Agropecuária (-2,7%); Indústria (-4,3%); Serviços (-0,7%). 
Na indústria a queda mais acentuada foi na construção civil (-8,4%); a indústria da transformação apresentou queda de 3,7%. Nos serviços a maior queda foi no comércio (-3,3%); no transporte e armazenagem (-2,0%); e serviços de informação (-1,3%).
O IBGE analisou também que o consumo das família caiu 2,1% no segundo trimestre, sendo a segunda queda consecutiva.

Comparando com 2014
Se comparado a igual período do ano anterior, o PIB apresentou contração de 2,6% no segundo trimestre de 2015.
A indústria sofreu queda (-5,2%), com a indústria de transformação apresentando contração de 8,3%. Esse resultado foi influenciado pelo decréscimo da produção de máquinas e equipamentos; da indústria automotiva; produtos eletrônicos e equipamentos de informática; insumos da construção civil e produtos derivados do petróleo.
Em comparação com o segundo trimestre de 2014, serviços tiveram queda de 1,4%.
Já a agropecuária teve um acréscimo de 1,8%, que segundo dados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA/IBGE - julho 2015), se deu pelo aumento de produtividade de alguns produtos.

PIB cai no primeiro semestre (-2,1%) e em 12 meses (-1,2%) 
O PIB, no 1º semestre de 2015, apresentou queda de 2,1%, em relação a igual período de 2014, seguindo a variação negativa de 0,4% no semestre encerrado em dezembro de 2014. O PIB acumulado nos quatro trimestres terminados em junho de 2015 apresentou queda de 1,2%, em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores.


Comentários