Maioria dos prefeitos gaúchos é a favor do aumento de ICMS

Prefeitos votaram pelo apoio ao
aumento de ICMS
Fto: Antonio Grzybowski
Por ampla maioria, os prefeitos gaúchos manifestaram-se a favor do aumento da alíquota do ICMS, que pode garantir fonte extra de receita de aproximadamente R$ 800 milhões por ano. Os prefeitos também admitiram ser favoráveis a criação de um novo tributo federal para a saúde.
A partir da decisão, a Famurs anunciou apoio ao governo do Estado no projeto de reajuste do tributo estadual sobre circulação de mercadorias e serviços. O posicionamento foi tomado, nesta quinta-feira (3/9), durante Assembleia Geral da Federação na Expointer.
O termo mais usado pelos prefeitos na Assembleia foram declarações de solidariedade ao governo do Estado e ao governo federal no sentido de reforçar os cofres públicos, amenizar a crise financeira e garantir recursos para a continuidade dos serviços essenciais, como saúde  e segurança.

Aumento do ICMS, mais dinheiro para Estado e municípios
O aumento de imposto deve trazer um montante de cerca de R$ 1,9 bilhão para o Estado e os municípios terão um reforço de cerca R$ 764 milhões. Daí o porquê da maioria dos prefeitos serem favoráveis ao aumento.
Pelo projeto do governo do Estado, a alíquota básica passaria de 17 para 18%. Outros setores como energia elétrica, combustíveis, álcool e telefonia passa de 25 para 30%. A cerveja também terá aumento de 25 para 27%. Refrigerante de 18 para 20%. 

Comentários