FGTAS já recebeu mais de 12 mil solicitações de agendamento de seguro-desemprego

A Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) recebeu 12.483 solicitações de agendamento de seguro-desemprego de 1º de dezembro de 2015 a 18 de janeiro de 2016. O atendimento presencial de encaminhamento do benefício pode ser agendado no site da FGTAS, no menu Serviços e Informações a partir de sete dias da demissão. O serviço está disponível para 90 Agências FGTAS/SINE.
Ao acessar o sistema do agendamento no site, o trabalhador precisa informar CPF, Pis, nome do requente, nome completo da mãe do solicitante, data de nascimento e telefone para contato. Na data e horário selecionados no agendamento, o trabalhador deve comparecer à Agência FGTAS/SINE com requerimento do Seguro-Desemprego Empregador Web, Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho (TRCT), Termo de Homologação ou Termo de Quitação e Comprovante do FGTS (saque ou extrato) para solicitar o benefício. Em caso de sentença judicial os documentos podem ser dispensados. O prazo máximo para requerer o benefício é de até 120 dias da data da demissão, homologação ou decisão judicial.
O seguro-desemprego só é encaminhado nos casos em que não é possível reinserir o profissional no mercado de trabalho, ou seja, quando não são encontradas vagas compatíveis com o perfil do profissional demitido no Sistema Mais Emprego.
O seguro-desemprego é concedido aos trabalhadores dispensados sem justa causa, que não recebem qualquer benefício previdenciário de prestação continuada, exceto auxílio-acidente, auxílio-reclusão e pensão por morte; e não possuem renda própria de qualquer natureza, suficiente a sua manutenção e de sua família.

Informações: Jaíne Martins, Assessoria de Comunicação FGTAS

Comentários