Membro de facção é preso no JA

Após dois meses de investigações, policiais da Delegacia de Capão do Leão, com apoio da Brigada Militar (BM), prenderam um integrante de uma das organizações criminosas que disputam o domínio do tráfico de drogas em Pelotas e apreenderam dois adolescentes, de 16 e 17 anos, durante cumprimento de mandado judicial. A ação ocorreu na rua Érico Veríssimo, no bairro Jardim América.
Criminoso tem o símbolo da facção
tatuado na perna
Foto: Gustavo Mansur
De acordo com a Polícia Civil, U.C.G., 33, tentou trocar tiros com os agentes, no entanto, no momento dos disparos a arma falhou. 
Com o trio, os policiais encontraram uma pistola .45 - de uso restrito -, miguelitos, munições, drogas e celulares. A polícia encontrou, ainda, uniformes de uma empresa que presta serviços gerais, de Gravataí - região metropolitana de Porto Alegre -, capacete e uma escada.
Segundo o titular da DP do Capão do Leão, Sandro Bandeira, a suspeita é de que a escada seria utilizada para a fuga de detentos do Presídio Regional de Pelotas (PRP). "O calibre da arma que estava em posse do acusado é considerado de guerra. O material apreendido mostra como o grupo estava preparado para atuar", disse. Os detidos têm passagens pela polícia por tráfico de drogas e porte ilegal de arma.
Os jovens foram ouvidos e liberados em seguida. Os menores, segundo a polícia, têm mais de dez registros policiais por tráfico. "Os traficantes usam os menores porque eles não vão presos. Por isso, deixam as drogas em posse dos adolescentes. A BM apreende eles pelo menos duas vezes por semana", comentou um policial. U.C.G. foi encaminhado ao PRP.
Na operação ainda, a polícia recuperou uma caminhonete que havia sido roupada no Laranjal.

Fonte: Diário Popular

Comentários