Impeachment de Mauro: Câmara decide manter processo

Depois de receber a defesa do prefeito Mauro Nolasco, a Comissão Processante se reuniu na sexta-feira e deu parecer favorável para continuidade do processo de cassação do chefe do Executivo leonense.
Dentre os motivos, o prefeito não conseguiu se desincumbir das responsabilidades, tampouco afastar a culpa.
Com isso, a Câmara deverá levar adiante a Processante e Mauro deverá passar por julgamento na Casa.

Denúncias
Contra Mauro estão denúncias como o descumprimento da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO); gastos com publicidade, sem respectivo orçamento; retardo na publicação de decretos de créditos suplementares e isso sem avisar à Câmara da suplementação dos mesmo.

Para cassar, é preciso oito edis, mas PT está em racha interno
Os bastidores da política leonense está fervendo. Mauro deve estar correndo atrás do tempo para conseguir os apoios políticos necessários.
No entanto, para ser cassado, são necessários 8 vereadores. A oposição tem 06: 02 do MDB, 02 do REDE, 01 do PSB e 01 do PTB.
Porém, o que poderia ser uma tarefa menos árdua, dá conotação de épico. Um racha dentro de seu próprio partido é que pode determinar a impugnação de seu mandato. O PT tem 03 vereadores na Casa, suficientes para evitar a cassação. Mas desses, apenas o Ver. Cesinha continua fiel ao Governo; Glei e Marco Aurélio estão tão críticos como vereadores de oposição e não poupam críticas à administração de seu partido. Os dois, inclusive, votaram a favor da abertura do processo.
E é com esses dois que Mauro terá mais trabalho. Aliás, esses dois estão de malas prontas para deixar o partido.
Garantido, além de Cesinha, Mauro tem o Ver. Fabrício, que é PDT, mas que desde antes das eleições já estava apoiando o prefeito. Aílton Miranda (PTB) é uma incógnita. Está com Mauro desde sempre e sempre aprova os projetos do governo. Votou a favor da abertura do processo. Mas se ainda é vereador, deve ao Governo, já que por intervenção política do chefe do Executivo não foi cassado naquele processo do caso do "Ciuminho". Talvez Miranda dê um voto de gratidão a Nolasco.
Esperemos novos capítulos dessa novela. A sessão para julgamento deverá marcada em seguida.

Comentários